Corpo e Mente
Rapidinhas
Atibaia - cidade dos morangos
Procurando terapias leia o Jornal O Legado
Como identificar e tratar a gravidez psicológica

Como identificar e tratar a gravidez psicológica


Tentativas frustradas ou medo de engravidar podem desencadear o distúrbio emocional


Enjoos, aumento do volume abdominal, dor nos seios e a ausência de menstruação são alguns dos sintomas normais de uma gestação. No entanto, esses desconfortos também podem ser sentidos por mulheres que sofrem de gravidez psicológica, também conhecida como Pseudogestação e Pseudociese.

De acordo com Renato de Oliveira, ginecologista e infertileuta da Criogênesis, uma das maiores causas dessa condição é a vontade de engravidar — seguida de tentativas frustradas durante muito tempo e o medo inconsciente desta responsabilidade. “A Pseudociese, na maioria dos casos, revela uma série de adversidades psicológicas, fruto de traumas do passado e tentativas frustradas de engravidar e constituir uma família”, explica.

Por apresentar os mesmos sintomas de uma gestação convencional, é preciso realizar um exame clínico para identificar a falsa gravidez. “A simples ausculta com o estetoscópio de Pinard, além da ultrassonografia abdominal ou pélvica, demonstrarão um útero sem feto, que comprova a pseudociese. De forma complementar, realiza-se um exame de sangue que verifica a dosagem do BhCG, hormônio produzido pela placenta durante a gestação”, comenta.

Tratamento - Ainda não existe um tratamento específico para Pseudociese, por isso, o processo de aceitação e tratamento varia de acordo com cada caso, sendo a família, amigos e médicos, parte integrante da terapêutica. “Um trabalho conjunto para diagnosticar as origens do problema e saná-las possibilita que a mulher retome suas atividades normais e busque alternativas para concretizar o desejo de ser mãe”, finaliza Renato.

 

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui

Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado Corpo e Mente? Clique aqui para ler
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quer ler a edição do mês passado? Clique aqui e leia gratuitamente.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2019
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4418-6150

Autoria

Texto de Natalia Galluzzi – Dezoito COmunicação – Maio 2019

Artigos Relacionados