Dirigentes
Rapidinhas
Guia do Buscador - 26 anos de publicação - Terapias, Esoterismo, Ciência e Ocultismo
Os avanços tecnológicos e o aumento da ansiedade

Os avanços tecnológicos e o aumento da ansiedade

 

 

Especialista fala sobre a ligação entre os avanços tecnológicos e o aumento da ansiedade


Muito tem se falado sobre a possível relação entre a quantidade de gordura abdominal de uma mulher e a ansiedade. Segundo pesquisa publicada no jornal científico da Sociedade Americana para Menopausa, a quantidade de tecido adiposo pode influenciar as chances de desenvolvimento do transtorno.

Para o patologista e neurologista Beny Schmidt, é muito difícil diferenciar a gordura abdominal do sedentarismo como fator importante para a ansiedade humana. “A comunidade vem discutindo sobre a relação direta do tecido adiposo com a ansiedade. Para mim, esta relação está ligada fundamentalmente a outro fator, o sedentarismo. Este, por sua vez, está diretamente relacionado aos avanços tecnológicos que acredito serem fonte para o transtorno”, explica o especialista.

Segundo Schmidt, a tecnologia vem despontando como a principal razão para o grande aumento global de doenças ligadas à ansiedade. “Acredito que os casos que vêm aumentando em todo o mundo recentemente cursam na mesma velocidade dos avanços tecnológicos que o homem obteve no último século”, afirma.

Hoje, o uso da tecnologia de maneira equivocada e disfuncional no dia-a-dia é uma realidade para todas as idades. O mundo hiperconectado em que vivemos traz uma série de impactos sociais e psicológicos para o nosso cotidiano, mas alguns deles geram consequências diretas para a saúde da população e até mesmo dependência.

O especialista faz um alerta, já que o acesso irrestrito, excessivo e a qualquer momento destes recursos acaba por potencializar transtornos preexistentes. Para Schmidt, as facilidades geradas pelos avanços tecnológicos têm seu custo e o desafio da sociedade é equilibrar esta balança para aproveitar os benefícios com o mínimo de prejuízo.

“Por meio da internet, dos computadores e dos smartphones, temos respostas imediatas. Os problemas que cruzam nosso caminho precisam ser resolvidos no exato momento em que aparecem. Como não ficar ansioso neste cenário provocado pelo imediatismo gerado pela tecnologia?”, questiona o especialista.

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui


Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 

 

Você já leu a edição do mês passado do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de Carol Martins - Agora Comunicação - Jornal O Legado – Abril 2018

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Guia do Buscador
  • Desde 1993 de atuação no
  • setor esotérico e das
  • terapias holísticas
Informativo