Comportamento

Tamanho da letra

Insatisfação sexual é a principal causa de traição feminina

As  mulheres  estão  insatisfeitas  sexualmente  e  confessam  que  também  "pulam  a  cerca"  de  vez  em  quando.  Foi  o  que  revelou  a  pesquisa  realizada  pelo  ginecologista  e  sexólogo  carioca  Amaury  Mendes  Jr.  com  245  mulheres  no  Rio  de  Janeiro.
 
Foram  entrevistadas  adolescentes,  aposentadas,  executivas  e  donas  de  casa  e  constatou-se  que  72%  delas  gostariam  que  o  ato  sexual  fosse  mais  prazeroso.    "Muitas  entrevistadas  reclamaram  que  os  parceiros  estão  cada  vez  mais  pobres  em  erotismo  e  imaginação.  E  segundo  elas,  esse  foi  o  principal  motivo  para  que  procurassem  novos  companheiros",  revelou  Amaury,  membro  do  Instituto  Brasileiro  Interdisciplinar  de  Sexologia  e  Medicina  Psicossomática  (ISEXP). Segundo  dados  da  pesquisa,  jovens  na  faixa  de  17  a  20  anos,  acham  comum  a  traição  em  nome  de  um  prazer  maior:  50%  não  vêem  problema  se  o  objetivo  for  quebrar  a  rotina.  Já  entre  mulheres  com  idades  entre  21  e  30  anos,  a  incidência  cai  para  48%.  O  maior  número  de  traições  foi  registrado  entre  mulheres  de  41  a  50  anos:  56%  se  mostraram  abertas  a  novas  relações.  Já  a  freqüência  mais  baixa  de  uma  possível  traição,  28%,  foi  revelada  por  quem  tem  mais  de  51  anos.

A  pesquisa  mostrou  também  que  55%  das  entrevistadas  estão  insatisfeitas  com  a  freqüência  sexual.  Segundo  elas,  durante  o  mês,  a  média  é  de  uma  a  cinco  relações.  "Esse  baixo  índice  se  deve  ao  fato,  dos  homens,  hoje  em  dia,  estarem  mais  acomodados  e  menos  criativos.  Muitas  pacientes  reclamam  que  sempre  são  elas  que  buscam  algo  novo",  explica  Amaury.

O  quesito  fantasia  sexual  foi  concluído  da  seguinte  forma:  91%  de  jovens  entre  17  e  20  anos  ainda  não  tiveram  a  oportunidade  de  realizar  o  sonho  sexual.  A  situação  não  é  muito  diferente  entre  mulheres  de  30  e  40  anos,  64%  também  ainda  não  conseguiram  realizar  a  fantasia  sexual  desejada,  finaliza  o  especialista.







© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 
IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380
Artigos Relacionados
:.
:.
:.
:.
:.
Comentários