Acupuntura

Tamanho da letra

A fantástica acupuntura sem agulhas

A acupuntura é maravilhosa! Vem tratando doenças de difícil controle há 3.000 anos. Atualmente, a acupuntura é reconhecida pela OMS, toda a população do planeta já ouviu falar desta técnica de tratamento com base em pontos e meridianos. Ganhou tanta reputação que médicos brasileiros vêm tentando sem sucesso monopolizar a técnica desde 1995. Em 2005, o Conselho Nacional de Saúde (CNS), na 162ª reunião, aprovou a inserção de 7 profissões de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS), acabando com a pretensão da classe médica.

Além das curas, a acupuntura permite prevenir doenças, manter a saúde e melhorar a qualidade de vida. Entretanto, a maior parte da população foge da acupuntura por medo das agulhas. Muitos nem sabem que os pontos podem ser estimulados com grande eficácia por dedo, calor, semente, metais, eletricidade, ímã, ventosa, cor, música, esparadrapo e laser, totalmente sem dor ou infecção.

E agora, também no Brasil, um estimulador fantástico, de sucesso consagrado na Espanha e na Itália, o Stiper, que é uma pastilha de celulose contendo óxido de silício (SiO2) de 14 mm de diâmetro por 3 mm de espessura, e está conquistando os demais países da Europa. O Stiper pode ser usado no lugar das agulhas para tratar dores de cabeça, dores da coluna, tendinites, fibromialgias, lesões esportivas ou traumáticas, cólicas menstruais; alergias, asmas e bronquites; stress, ansiedade e depressão; prevenir rugas e controlar celulites. Ele também pode ser cortado em pedacinhos e substituir as agulhinhas da auriculoterapia. Assim, os pacientes podem dormir sossegados apoiando as orelhas nos travesseiros e nem sentirão dores ao baterem o telefone na orelha.

Já, na reflexologia podal, o Stiper pode ser fixado nos pontos dos pés ou colado nas palmilhas, proporcionando estímulos suaves e confortáveis.

Na estética, máscaras contra rugas podem ser confeccionadas com as pastilhas de silício, aumentando a circulação da pele e tonificando os músculos faciais.

Na veterinária, muitos animais podem ser beneficiados, afinal, eles respondem muito melhor à acupuntura do que os seres humanos.

Afinal, o que é esta maravilha chamada Stiper?

A marca Stiper é a combinação das palavras estímulo e permanente (sti “mulo” + per “manente”). É uma pastilha contendo Óxido de Silício que vem sendo usado na Europa desde 1995.

O silício está presente no sol e nas estrelas, é o principal componente dos meteoritos da classe dos aerólitos. O silício participa com 25,7% do peso da crosta terrestre; é o segundo elemento mais abundante, perde apenas para o oxigênio. Ele pode ser encontrado em materiais como asbesto, feldspato, barro e mica. O composto de silício mais abundante na natureza é o óxido, constitui a areia, o quartzo, cristais de rocha, ametista, ágata, pederneira, jasper e opala. No corpo humano, o Silício atua como catalisador, participa da síntese do colágeno e da calcificação óssea.

Está presente em quantidade muito pequena, considerado assim, um dos oligoelementos essenciais. Encontra-se principalmente no tecido conjuntivo e na pele. Uma pessoa de 60 kg contém 15,6g de silício. É um elemento essencialmente não tóxico quando ingerido pela boca, participa da composição de antiácidos. Os silicatos são utilizados como aditivos em produtos alimentícios com toda segurança.

O silício foi descoberto em 1825 pelo suéco Jons Jacobs Berzelius. Depois de muitas pesquisas, descobriram que pode reorganizar as ondas, por isso é utilizado em sonares, radares e aparelhos que necessitam de ordenamento de freqüências para perfeito funcionamento e eficácia. Em meados de 1970, intensificaram as pesquisas sobre seus efeitos terapêuticos. Estudou-se o silício orgânico para ingestão e o silício puro encontrado na natureza para uso externo em forma de gel, pomadas e finalmente pastilhas.

Em 1994, cientistas perceberam que nossa pele, maior órgão do corpo humano, tinha ressonância extrema com o silício, e se tornaria assim "um portal" natural de entrada e saída das energias em todas as terapias com base em silício.

O corpo humano recebe milhares de tipos de energias por segundo e em completo desordenamento, causando assim, vários distúrbios e conseqüências muitas vezes desagradáveis. O próprio corpo esforça-se para ordenar tais freqüências, mas nem sempre obtém resultados positivos, eis aí uma das causas do stress, que pode nos levar às doenças psicossomáticas.

O óxido de silício tem forma prismática, com três facetas, corresponde ao popular "Cristal de Quartzo", provavelmente estaria aí a explicação dos seus efeitos terapêuticos. Na forma de quartzo, deve absorver dos pontos de acupuntura as ondas e freqüências caóticas, regulariza e reordena tais vibrações, e devolve através dos pontos, emitindo ao organismo as energias harmonizadas. Assim, o Stiper tem efeito regulador e harmonizante automático, não necessita então de manipulações tonificantes ou sedativas como ocorre com as agulhadas de acupuntura.

O Stiper pode se fixado à pele com esparadrapos perfurados ou porosos. Pode ser molhado sem perder os efeitos. Atua durante 6 dias. Pode ser embebido com aromas, essências florais, remédios homeopáticos ou fitoterápicos, potencializando em três vezes seus efeitos terapêuticos. Pode também fazer o papel de moxa, é só aquecer o Stiper com lâmpada vermelha de 3W.

Para os acupunturistas, existe a vantagem adicional de incrementar o fluxo de pacientes, pois não precisam ficar ocupando as macas durantes 20 a 30min, basta colar os Stipers e eles já podem se levantar e ir embora, com estímulo contínuo por 6 dias, aumentando a eficácia terapêutica.

Os acupunturistas estão adotando o Stiper em seus tratamentos, e os pacientes estão adorando, afinal, diminuir as dores sem sofrerem agulhadas, é o máximo!





Texto colaboração de Dr. Wu Tou Kwang médico e diretor do CEATA


© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 
IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380
Artigos Relacionados
:.
:.
:.
:.
:.
Comentários