Alfagenia

Tamanho da letra

Alfagenia no futebol e nos esportes

Hoje estou satisfeito, quando vejo um atleta, como no caso da Hortência, ex-jogadora de basquete, que quando jogava, ao cobrar uma penalidade (lance livre) fechava os olhos e respirava fundo antes de arremessar a bola, que caía sem esbarrar no aro. Ela usava o seu controle mental que é de 60 a 80 % do valor do atleta, é a clássica concentração dos orientais.
Em 1982, estava lendo a Gazeta Esportiva, deparei-me com uma informação de que o Clube Atlético Juventus, de São Paulo, bastava-lhe um empate para ser rebaixado de categoria. Morando próximo de sua sede, resolvi experimentar a Alfagenia nos esportes e assim ajudar ao clube a sair do último lugar na classificação.
Em junho daquele ano, procurei a direção do clube e fui orientado para encontrar-me com o técnico Candinho e o médico Dr. Dalvi. Os encontrei e informei que estava ali para ajudar a evitar o rebaixamento do clube.
Ouvi do Dr. Dalvi a expressão: “- É mais um louco que quer ajudar a evitar o rebaixamento”.
Eu sabia que no dia seguinte os jogadores estariam concentrados. Pedi que os reunissem em uma sala com todos os funcionários do clube que trabalhavam com eles onde eu daria uma palestra de 20 minutos e após a mesma eu aplicaria a técnica alfagênica.
A reunião foi feita e falei por algum tempo, inclusive os informei que o pai do Pelé lhe ensinou a relaxar o corpo e com os olhos fechados a imaginar o que deveria fazer em campo, e esta é a razão dele, Pelé, deitar-se antes de qualquer partida para se preparar para o jogo.
Após a palestra reuni os jogadores, inclusive os reservas, e com a Alfagenia levei-os a proceder à indução de que “vocês são os melhores em campo, com grande resistência física e no caso de alguma lesão, se não houver fratura, nada sentirão”.
Após, essas induções de confiança, coragem e conhecendo a técnica, induzi que iriam obter cinco vitórias, a zero, sobre qualquer adversário que enfrentassem. Foi o que aconteceu.
No mês de julho o clube já estava em nono lugar na classificação geral.
Quase dois anos após, fui procurado pelo técnico Tara, para ajudar aos Juniores do Juventus cujo técnico era o Batata. Compareci novamente ao clube e dei inicio a preparação, mas desta vez ensinando a técnica e induzindo-os a ganharem, invictos, o torneio, o que também aconteceu. Consegui provar que a preparação alfagênica melhora os atletas em até 80 % do normal e em qualquer categoria se os prepararmos bem psicologicamente, teremos muitas vitórias e um grande número de medalhas em Olimpíadas.




Texto de: Erimá Moreira


© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 
IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380
Artigos Relacionados
:.
:.
:.
Comentários