Dirigentes
Rapidinhas
Guia do Buscador - 26 anos de publicao - Terapias, Esoterismo, Cincia e Ocultismo
Entrevista exclusiva com Joo Oreste Cafarelli

Entrevista exclusiva com Joo Oreste Cafarelli

Entrevista exclusiva com João Oreste Cafarelli, diretor do Instituto Mahat, maior fabricante do Brasil de produtos para Radiestesia.

Jornal O Legado - Recentemente o Instituto Mahat lançou os gráficos tridimensionais, comente um pouco sobre esses produtos. Qual a diferença deles comparando com os gráficos comuns?

J.O. Cafarelli – Em primeiro lugar, me sinto lisonjeado por estar participando por mais uma vez deste importante veículo de informação para a área de terapias holísticas e complementares, sou grato ao querido amigo e companheiro de jornadas Alberto Sugamele pelo prestígio.
Realmente consegui realizar um de meus sonhos após 15 anos de tentativas pesquisando em busca de acertos para oferecer mais um produto de máxima qualidade a quem pratica a Radiestesia com seriedade: os Gráficos Radiestésicos com configurações em “3D”.
São produzidos em acrílico da alta qualidade e recortados com recursos de corte a “laser” que tem como resposta final uma peça da alta qualidade e precisão ímpar em sua simetria.
Quanto as suas qualidades funcionais, posso colocar que, por terem mais massa do que os gráficos impressos em dimensões diferenciadas, têm como resposta mais eficácia nas recepções e transferência de energias Cosmo/Telúricas.



Jornal O Legado - Como surgiu a ideia de produzir e lançar os gráficos tridimensionais?

J.O. Cafarelli –  Conforme citei acima, é um projeto que iniciei por volta da década de 90 para que o mercado pudesse ter um produto de alta qualidade e mais eficácia, porém o mercado não favoreceu para que pudessem ser lançados com custo benefício agregados que fossem convenientes ao Instituo Mahat e aos clientes.



Jornal O Legado - Quantos modelos já existem e quais as diferenças de uso deles?

J.O. Cafarelli – Hoje temos a maioria dos similares em 2D, são por volta de 27 variedades, mas há previsão de mais modelos que estão em fase de vetorização e redimensionamento.
Quanto às utilizações, funcionam em princípio como reorganizadores energéticos e equilibradores bioenergéticos, há também os que interferem em possíveis desequilíbrios provocados por distúrbios energéticos mágicos que acometem pessoas e ambientes.



Jornal O Legado - O radiestesista iniciante também pode utilizar os gráficos tridimensionais, ou requer mais experiência no uso deles?

J.O. Cafarelli – Qualquer pessoa bem formada no seguimento da Radiestesia pode utilizar os gráficos em 3D, não há diferenças de manipulações com relação aos gráficos tradicionais.

 


Jornal O Legado - A maioria dos radiestesistas que trabalham com seus produtos e unanimemente os principais profissionais do ramo, costumam afirmar convictamente que não só os Pêndulos, mas todos os produtos fabricados pelo Instituto Mahat são considerados os melhores do mercado, vários afirmam até que é do mundo – Portugal, Angola, Japão, Inglaterra, EUA, Espanha, entre outros, já importaram seus produtos – o que o diferencia dessa forma?

J.O. Cafarelli – Realmente, desde o início da produção de instrumentos para a Radiestesia pelo Instituto Mahat (isto na década de 80), nós nos dedicamos a produzir “instrumentos” e não simplesmente produtos populares, pois nosso intuito sempre foi de fabricar e oferecer ao mercado produtos que nós mesmos consumiríamos, de maneira que a qualidade técnica e beleza se somassem aos rigores conceituais das técnicas radiestésicas, isto se consolidou qualitativa e tecnicamente quando passamos a receber a assessoria do Professor António Rodrigues, Radiestesista e Radionicista, considerado o “papa” da Radiestesia no Brasil com várias obras literárias publicadas e ensaios em Radiestesia e Radiônica e posteriormente do Professor Dr. Marcos A. de Almeida, Geólogo e Geobiólogo, exímio Radiestesista.
Há de se salientar que minha companheira, Maria Aparecida Guerreiro (Cida Guerreiro) considerada entre a classe de Radiestesistas profissionais e pela própria ABRAD Associação Brasileira de Radiestesia e Radiônica, a melhor radiestesista do Brasil, teve uma importante influência na elaboração dos produtos, pois é muito importante que o toque feminino participe principalmente com relação à beleza a se somar às configurações técnicas.
Esta fama de estarmos produzindo os melhores e mais técnicos instrumentos e produtos para a Radiestesia se espalhou no território nacional, o qual consome a maior parte do que fabricamos, e atravessou fronteiras por termos recebido radiestesistas de outros países que adquiriram nossos produtos, também quando da nossa participação nos Congressos de Radiestesia e Radiônica promovidos pela ABRAD - Associação Brasileira de Radiestesia e Radiônica, onde demostramos nossos produtos. Temos a participação de pesquisadores estrangeiros que por sua vez divulgaram nossos produtos em seus países de origem, os quais a partir de então passaram a consumi-los.
Nossa marca e produtos já se consolidaram pelo que rigorosamente levamos a sério no requisito qualidade mais técnica. “Não produzimos produtos para serem vendidos e sim para serem adquiridos por profissionais que prezam a qualidade”.



Jornal O Legado - Ficamos sabendo também, que o Instituto Mahat pretende lançar em breve um curso de autoajuda ministrado pelo senhor, conte-nos também sobre esse curso.

J.O. Cafarelli – Realmente, há algum tempo, por volta de dez anos, venho tentado elaborar uma forma de instrução sobre autoajuda que fosse mais científica, mais realista, sem “milagrês” ou conceitos de fé e sem influências de misticismos, esoterismos ou religiosidade, o que é o mais comum neste segmento.
Baseado em conceitos Psicobiofísicos, Espiritualistas, Metafísicos e Consciológicos que interferem na forma de existir e viver das pessoas, como Espiritualista, Mentalista e frisando “não religioso”, venho me dedicando intensamente a estudar e elaborar formas de estimular meus clientes e alunos a se entenderem como autossuficientes, poderosos realizadores de seus anseios e necessidades materiais e “almas evolutivas”, sem, o que é de praxe, o uso de muletas, bengalas, âncoras ou mesmo a “fé”, interferentes nos processos do livre arbítrio para alcançarem sucesso...
Como você e os que me conhecem sabem, eu só ensino ou oriento as pessoas sobre a utilização de qualquer técnica a que me dedico como terapeuta com conhecimento de causa e experiências pessoais, sem as quais eu não me exporia comprometendo os que me aceitam como orientador.
Como acontece indiscriminadamente neste precário “mercado da autoajuda“, as pessoas são levadas a praticarem exercícios ou procedimentos Neurolinguísticos sem que lhes sejam estimuladas as “Convicções Conscienciológicas”, o que induz às pessoas apenas: “troquem de muletas e não as abandonem”. Faz-se necessário trabalhar a autoestima e a autoconfiança, o contato com seu “duplo almal” o que detém os poderes mentais, o que é de certa forma muito precário no modo de existir e tentar viver dos seres humanos, “Humanimais” pretendentes por serem “Hominais” em sua plenitude...



Jornal O Legado - Como os interessados poderão fazer uma pré-inscrição reservando uma vaga para esse curso?

J.O. Cafarelli – Em breve estarei divulgando um workshop de forma mais consolidada e objetiva expondo este novo conceito Concienciológico e Mentalista de autoajuda onde divulgarei os requisitos necessários para a participação de pessoas decididas em se reorganizarem de forma consciente.
Assim como utilizo o Jornal O Legado, tenho também como o meu mais importante e habitual meio de divulgação o “facebook” o qual uso periodicamente para divulgar meus trabalhos e postar temas relativos ao Mentalismo Conscienciológico. Por outro lado, as pessoas que lerem esta entrevista e se interessarem por este novo conceito de autoajuda podem enviar um e-mail para o Instituto Mahat (mahat@institutomahat.com.br) declarando seu interesse, que lhes enviaremos os procedimentos necessários.



Jornal O Legado - Hoje o Instituto Mahat vem trabalhando com quantos cursos e quais são eles?

J.O. Cafarelli – “Autodefesa Psíquica e Energética” – “Assepsia em Gabinetes de Trabalho e Cuidados com Clientes” – “Procedimentos Corretos em Incensamento de Ambientes para Limpeza Energética” – e o tradicional curso presencial de “Radiestesia Técnica Teórica e Prática” com o Prof. António Rodrigues.
Tenho também dois cursos online, “Utilização de Instrumentos Radiestésicos” e “Curso Básico de Terapias com Pirâmides”, estes considerados muito esclarecedores nos segmentos afins, isto pela forma simples direta e técnica que costumo ensinar.
Em breve estaremos lançando o curso de “Radiestesia Kabalística” com a Profa. Cida Guerreiro e o Workshop “Conhecendo Melhor as Energias Naturais Cosmo/Telúricas e Magneto/Elétricas Biológicas e Como Proceder em Detecções e Correções”



Jornal O Legado – Com relação ao curso de Assepsia Energética: ele é destinado mais aos terapeutas para limparem as energias negativas de seus consultórios após seus atendimentos a clientes ou é um curso destinado para qualquer pessoa interessada?

 

J.O. Cafarelli–  Em princípio este curso foi elaborado para orientar os terapeutas a amenizarem as possíveis Memórias Bioenergéticas desequilibradas, agregadas em seus gabinetes de trabalho ou consultório, porém, como as técnicas ensinadas podem ser aplicadas também a nível doméstico, como por exemplo, “cuidados pessoais” podem servir e serem feitos por qualquer pessoa.


Jornal O Legado - Sem o vínculo com o Instituto Mahat, o senhor vem particularmente atuando na luta para a aprovação e regulamentação da Fosfoetanolamina, conhecida também como “pílula do câncer”. Nos fale um pouco desse seu engajamento nessa luta.


J.O. Cafarelli – Este assunto é de certa forma complexo, pois o que me levou ao engajamento a esta proposta de apoiar a regulamentação e posterior distribuição da “Fosfoetanolamina Sintética” criada pelo professor Dr. Gilberto Chierice e equipe no Instituto de Química da USP de São Carlos há mais de 20 anos, foi a experiência de ter familiares e amigos acometidos pelo câncer.
Incrédulo que sou pelos segmentos científicos cartesianos da medicina oferecidos como recursos no Brasil, considerando a precariedade da formação dos doutores profissionais que há tempos seguiram por caminhos mais voltados a interesses financeiros e pouco humanísticos, isto os tornando conceitualmente e comportamentalmente  robóticos que cuidam de clientes como se fossem produtos de fonte de renda e não pessoas, saí em busca de recursos alternativos, além dos que eu já conhecia dentro dos meus segmentos de estudos, como as Terapias com Pirâmides e Radiestesia de Ondas de Forma, para que pudessem oferecer com menos tempo reativos e mais esperanças de cura a esta patologia e melhora da qualidade de vida aos acometidos por esta enfermidade nefasta e sem uma garantia segura de cura, segundo ditames da medicina convencional, pois os recursos terapêuticos oferecidos como a quimioterapia ou a radioterapia além das cirurgias mutilantes, são altamente lesivos ao organismo dos doentes transformando-os em “mortos vivos” enquanto a caminho da morte.
Então me deparei com a divulgação deste simples porém eficaz produto promissor com a proposta “científica” e amplamente testada a erradicar células desformes por intervenção no sistema imunológico dos enfermos, que já há vinte e poucos anos estava sendo utilizadas por centenas e milhares de pessoas que se tornaram recuperadas com sucesso das suas enfermidades, e ademais, sendo distribuído “gratuitamente” pelo seu criador até então professor emérito de química da Universidade de São Paulo de São Carlos e o 46º Cientista mais conceituado do mundo pela importância de seus feitos na área da Química voltada à Biologia, este, o Professor Dr. Gilberto Chierice .
Pela proposta honesta dos grupos já formados em apoio a liberação da Fosfoetanolamina Sintética, estes sendo administrados por pessoas de ética, caráter, e lisura em seus ideais e princípios, passei a participar não como líder, mas como coadjuvante ativo de inúmeros eventos e movimentos reivindicatórios que proliferaram em todo o país, os quais, além de passeatas e reuniões em lugares públicos estratégicos e estabelecimentos como associações simpatizantes a causa, OAB regionais, Sindicatos de Farmacêutico de São Paulo, Escolas, Faculdades e Universidades, fomos também agraciados pelo interesse do segmento político envolvendo a Câmara de Vereadores de vários municípios, Câmara de Deputados de vários estados, bem como o Senado e até mesmo a Presidência da República, todos em apoio unânime a nossa causa.
Então, pelo apelo contundente da população envolvida, em sua maioria de portadores de neoplasias, seus familiares e simpatizantes pela causa, esta já tendo repercussão nacional e internacional, recebemos o reconhecimento e apoio incondicional do Sr. Governador de São Paulo Dr. Geraldo Alckmin que tomou para si a responsabilidade irrevogável com a anuência do então Ministro da Saúde Dr. Marcelo Castro, bancar com recursos da Secretaria da Saúde sob administração do Dr. David Uip, as pesquisa oficiais que estão sendo realizada no “ICESP” instituto do Câncer do Estado de São Paulo que tem como diretor o Dr. Paulo Hoff, estas exigidas pela ANVISA, órgão regulador, para atestar a possível eficácia da Fosfoetanolamina Sintética para o combate ao Câncer .
Estas pesquisas iniciadas em meados de 2016 estão em andamento, tendo já atestadas em sua primeira fase a não toxicidade do produto, o que nos fez comemorar com muita intensidade, portanto, de acordo com os protocolos vigentes, foi iniciada a segunda fase dos testes que avaliarão a eficácia terapêutica, fase essa em processo final de avaliação.
Vale salientar que, durante todo o processo de reivindicações, o sucesso alcançado e com a anuência do Sr. Governador, foi aprovado por unanimidade na Câmara dos Deputados no Senado e posteriormente pala Presidência da República uma lei que autorizou a liberação da Fosfoetanolamina Sintética para uso compassivo antes que seus testes oficiais fossem concluídos, porém esta lei foi suspensa provisoriamente por interferência de um mandato de impedimento junto ao “ STF “ elaborado pela “ AMB ” Associação Médica Brasileira, alegando falta de segurança com relação aos efeitos colaterais e toxicidade do produto, este ainda não julgado. Nesse momento, isso vem sendo a nossa atual reivindicação, tendo em vista o término dos testes da primeira fase que atestaram a total segurança do uso da Fosfetanolamina.
Comento por minha conta e risco que as intenções da “AMB” são de boicotar a aprovação da “FOSFO”, pois será um recurso de cura muito barato com relação aos oferecidos tradicionalmente, radioterapia, quimioterapia e anticancerígenos, que em sua maioria, são importados e caríssimos, os quais rendem muito dinheiro à classe médica corrompida por comissões e propinas oferecidas pelos grandes laboratórios que dominam a Indústria de Fármacos, ou seja, a Indústria da Morte.



Jornal O Legado - Muitas pessoas pensam que o Jornal O Legado e o Instituto Mahat são sócios entre si, devido sua parceria ininterrupta desde a primeira edição do jornal em 2003 até hoje. O senhor poderia esclarecer essa parceria, que na realidade vem desde 1992, com nossa editora?

J.O. Cafarelli – Querido Alberto, nossa relação, desde quando nos conhecemos, sempre foi muito mais importante, sincera e significativa do que seria uma sociedade, nos tornamos estreitos amigos ou até irmãos de jornada compartilhando dos sucessos e adversidades mútuas, passamos por muitos momentos e episódios de tristezas que nos trouxeram importantíssimas lições e também incontáveis momentos de alegrias inenarráveis.
Por muitas vezes, choramos um no ombro do outro, por problemas pessoais ou dos segmentos do mercado, sempre buscando e conseguindo de mãos dadas o equilíbrio e a superação das adversidades.
Nosso relacionamento proporcionou a descoberta de muitas amizades, fomos protagonistas de encontros e relações de profissionais até então inexperientes em suas jornadas e, por que não, a saudável interferência ímpar no que diz respeito à seriedade do segmento holístico, nos tornando formadores de opiniões e referência comportamental de honestidade, bom senso e querência...
Você, por intermédio do Jornal O Legado, por muitos anos, me ofereceu a oportunidade de externar opiniões conceituais de certa forma contundentes aos que compartilhavam com os disparates do segmento esotérico e até espiritistas, me abrindo a janela da seção do “Doutor Holístico, o Cri Cri Alternativo” que atraía muitos leitores pela audácia inquisitória de minhas matérias...
Nossas participações em inúmeros eventos como parceiros, a constante participação como colaborador e anunciante do “Guia do Buscador” e “Jornal O Legado”, sempre despertaram certo ciúme entre os profissionais da área holística, até que, sem entenderem nossa relação de amizade e por que não de irmandade, levantaram uma hipótese simplista da possível sociedade...
Fica aqui a pergunta, será que se fossemos sócios comerciais teríamos a oportunidade de vivenciarmos e compartilharmos dos momentos aos quais passamos com harmonia e cumplicidade a que nos foi constante?
A quem possa interessar, arrisco a declarar que, por outro foco da realidade, “somos sócios sim”, em ética, honradez, caráter, honestidade, idoneidade, princípios e, por que não, no nosso relacionamento Hominal e Almal ...



Jornal O Legado - O senhor tem mais algum comentário em especial, específico para nossos leitores?

J.O. Cafarelli – Para quem quiser me conhecer melhor, as minhas propostas conceituais, meus métodos de trabalho profissional como “Espiritualista Mentalista”, minhas orientações Conscienciais e Comportamentais, acessem o site do Instituto Mahat e minha página do facebook, meio que mais uso para divulgações de meus trabalhos e serviços que presto e, também, meus vídeos de orientações e esclarecimentos no YouTube ...
Mais uma vez, sou grato ao amigo Alberto Sugamele/Jornal O Legado, pela oportunidade de novamente participar das páginas deste conceituado veículo de informação...


E para não fugir à regra, “Beijos e abraços” a todos!!!

 

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui  

Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Jornal O Legado - Maro 2017

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulrio de contato

Guia do Buscador
  • Desde 1993 de atuao no
  • setor esotrico e das
  • terapias holsticas
Informativo